A atriz Cristiana Oliveira, a Juma da novela Pantanal, plantou em Bonito, cidade que fica a 278 quilômetros de Campo Grande e mundialmente conhecida pelas belezas naturais, a sua primeira muda de árvore.

“Plantei pela primeira vez uma muda de árvore. Uma aroeira que ficará como lembrança de minha passagem por Bonito”, disse a atriz de 57 anos nas redes sociais.

A muda de aroeira foi plantada no dia 24 no balneário Bosque das Águas, que conta com vários decks e cachoeira às margens do rio Formoso. Cristiana ficou cerca de duas horas no local e tomou banho nas águas cristalinas.

A atriz também participou de ação socioambiental junto a moradores do distrito Águas do Miranda, que sobrevivem da pesca e do turismo ligado à ela, no rio Miranda. Lá foram distribuídas mudas de árvores. “Povo hospitaleiro, receptivo e amoroso”, disse Cristiana.

Entre os atrativos turísticos visitados pela atriz está o Aquário Natural, onde é possível flutuar em meio a peixes e vegetação nativa, em águas transparentes. “Um dos lugares mais lindos que eu já fui na minha vida”.

Cristina afirma ainda que a estadia dela em Bonito a tem mostrado sobre a valorização ao meio ambiente. “Tem me ensinado, a cada dia mais, a dar valor à saúde e da importância dos nossos rios e reflorestamento das matas ciliares”.

Rios de águas transparentes, cachoeiras, grutas e cavernas. Fauna e flora exuberantes, com centenas de espécies de aves, mamíferos e répteis ocupando uma vegetação que mistura o Cerrado com a Mata Atlântica. Essas são algumas das atrações da cidade.

Polo do ecoturismo no Brasil, Bonito recebeu em 2013 o prêmio de melhor destino de turismo responsável do mundo, o World Responsible Tourism Awards, na Feira World Travel Market, em Londres. O município conta com cerca de 40 atrativos, que possibilitam aos visitantes várias opções de atividades. Os interessados em contemplar as belezas da região podem, por exemplo, visitar as grutas e tomar banho em cachoeiras e rios de águas cristalinas.

Os atrativos de contemplação, de aventura e de esportes radicais são todos em propriedades particulares, com exceção da gruta do Lago Azul e do Balneário Municipal, que são administrados pela prefeitura. Eles estão localizados a distâncias que variam de 7 a 55 quilômetros da cidade e o acesso é feito por estradas não pavimentadas, mas que estão em bom estado de conservação e são bem sinalizadas.

Na cidade, os visitantes podem conhecer mais sobre os peixes locais visitando o aquário, experimentar em bares e restaurantes pratos regionais feitos a partir da carne de peixe e de jacaré, entender o processo produtivo de uma aguardente que dá nome a um dos mais tradicionais bares da cidade e fazer a degustação de mais de 12 tipos de cachaça e ainda levar para casa amostras da cultura regional nas lojas de venda de artesanato espalhadas pelo centro do município.

Leia mais em: https://www.bonitoinforma.com.br/turismo/povo-hospitaleiro-receptivo-e-amoroso-disse-cristiana-oliveira/36199/