Secretaria de Estado de Educação(SED), após decreto estadual que suspende as aulas presenciais devido a pandemia da COVID-19, vem adotando atividades remotas, desde ontem 23 de março, nas 352 escolas estaduais, envolvendo 210 mil estudantes da REE, nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul.

Estudo-remoto_podcast

Todas escolas estaduais de MS vêm buscando uma forma de realizar as atividades pedagógicas complementares com os estudantes em casa, para isso a utilização de ferramentas e equipamentos digitais, são de extrema importância, diante da adversidade, diversas soluções criativas dos professores estão surgindo.

Vídeo aula criativa

“Todo profissional é prosa. Só o professor é poesia”, menciona Prof. Luiza Regina

Exemplo disto, é da pedagoga Luiza Regina Pereira da Silva, 45 anos, leciona no 3°ano do ensino fundamental, na Escola Estadual Arlindo Gomes de Andrade, em Campo Grande, que através das redes sociais, (Face book e Instagram) transmite as aulas com criatividade, bom humor e de forma caracterizada, difundindo o conteúdo com eficácia.”Todo profissional é prosa. Só o professor é poesia”, menciona Prof. Luiza Regina.

O formato criativo de transmissão de conhecimento, trouxe admiradores na rede social e até mesmo inspira outros profissionais a copiar, como menciona uma docente nos comentários “…não canso de falar o qnto te admiro. Prô Luiza, vc é incrível! Adorooo suas aulas”.

Professora Luiza relata o amor pela profissão e que nunca se sentiu uma professora normal, “…diante do ocorrido mundial, foi proposto à nós (professores), que preparássemos um material viável (apostila) para os estudantes desenvolverem em casa, com seus pais, a ferramenta usada seria o WhatsApp, a coordenação seria a ponte. ORDEM DADA, ORDEM CUMPRIDA. No entanto, fiquei com o seguinte pensamento: “Como os pais fariam isso? Será que meu aluno perderá o interesse pela escola? Como ficará o laço professora/aluno? ”.

Heitor Gomes de Souza

Estudantes
Victor Samuel dos Santos

Diante disso, a docente conversou com coordenadoria e solicitou autorização para enviar recadinhos, mensagens, vídeos com “contação de história” e até mesmo alguns desafios, como leitura do livro O Pequeno Príncipe, “ os pais ficaram muito surpresos e satisfeitos. Próximo passo: As Aulas, nos vídeos, reforço os hábitos de higiene, cuidados consigo e com os outros, a necessidade e importância de ficar em casa, mesmo sabendo que não são férias. O momento nos pede mudança, oportuniza desenvolver outras habilidades, se reinventar mesmo, manter o vínculo com meu aluno, apoiar mesmo de longe, e fazê-lo entender que estudar é incrível. Pago mico? Pago…. Mas, me divirto horrores… Sem falar do crescimento pessoal na arte de se doar”, finaliza Luiza.

Escola Estadual Arlindo de Andrade conta hoje com 1.198 estudantes matriculados no ensino fundamental I e II, ensino médio e cursos técnicos e cursos FIC, integrados ao ensino médio.

Podcast Interdisciplinar e Prova Chat

Lotado na Escola Estadual Rural Pólo Francisco Cândido de Rezende, no distrito de Anhanduí, que atualmente atende 88 estudantes do ensino médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA) Conectando Saberes nos ensinos fundamental e médio, o docente Francisco Evandro Silva de Santanna, de 63 anos, formado em Geografia e tecnólogo em Meteorologia, diante das adversidades, busca adaptar-se para propagar o conhecimento.

Izabella Menezes e Samara Romano, do 3° ano do EM da EE Pólo Francisco Rezende aprovaram podcast interdisciplinar

“No primeiro momento passei as atividades como em sala de aula, depois passei para salas invertidas, passo o texto e os estudantes propõem as questões e releituras, optamos pela Prova Chat, que será implantada nesta semana com estudantes, onde determinado dia o aluno é chamado via WhatsApp”.

Para maior assimilação de conteúdo, professor Santanna utiliza a ferramenta digital Podcast, “é um arquivo digital de áudio transmitido, através da internet, cujo conteúdo pode ser variado, normalmente com o propósito de transmitir informações. … Diferente dos feeds de texto, os podcasts são feeds de áudio, ou seja, textos para ouvir. O podcast interdisciplinar, é realizado, em forma conjunta com outra profissional, exemplo: tema Petróleo, professora de química entra com conteúdo e eu sobre a formação geológica “, conclui professor.

As estudantes do 3º ano do ensino médio da EE Rural Pólo Francisco Rezende, Izabella Menezes e Samara Romano aprovaram a forma criativa de transmissão de conhecimento “com podcast interdisciplinar temos percepção mais rápida do conteúdo e facilidade em assimilar os conteúdos passados, agradecer ao professor Santanna e professora Carol, pela iniciativa, está sendo de extremamente importante“, salienta Samara Romano.

Parceria com Google

Aulas preparadas com podcast interdisciplinar na EE Rural no distrito de Anhanduí

O Governo de Mato Grosso do Sul, por intermédio da Secretaria de Estado de Educação (SED), começou disponibilizar mais uma ferramenta, a partir desta quarta-feira (22.04), através da parceria com a Google Inc., responsável pelo serviço conhecido como Google for Education, que vai beneficiar todos os 210 mil estudantes da REE.

Com a iniciativa, professores de 352 unidades de ensino em todo o Estado poderão ter mais uma alternativa para a realização das Aulas Remotas Vinculantes graças ao serviço da Google que fornece versões personalizáveis de produtos já conhecidos, como o Classroom. A diferença é que ele passa a ser utilizado com nome de domínio específico, único para toda a Rede Estadual, oferecendo mais agilidade e recursos para o aprendizado não presencial. Professores e estudantes da REE ampliarão, ainda mais, o uso de ferramentas como o Gmail, Hangouts, Google Agenda e Google Drive, entre outros.

Para ter acesso à nova ferramenta, foi criado um domínio Gmail (Google) para todos os estudantes e professores da Rede Estadual de Mato Grosso do Sul. Com os dados de professores e alunos já cadastrados no programa de gestão de dados escolares. Com essas informações, a equipe de tecnologia da Secretaria criou contas de e-mail para os 210 mil alunos e cerca de 12 mil professores.

Como surgiu a ideia

Ainda em 2019, foi estabelecida uma parceria entre o Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed) e a Google Inc. para um projeto piloto da Google for Education. Dentre os escolhidos estava o Estado de Mato Grosso do Sul, com duas unidades de ensino escolhidas para o projeto piloto. Com a chegada da pandemia pela COVID-19, a Google entrou em contato com a SED e ofereceu suporte para que fosse implantado em toda rede.